• Olá, Capitão!

    Antes de mais, bem-vindo a bordo. É um prazer servi-lo e garantir que o seu percurso pela Grécia Antiga é o mais agradável possível. Conheço estes mares melhor que ninguém, mas uma conta no fórum da comunidade é sempre bastante útil para navegar em segurança - registe-se já .

    Não ficou convencido? Verifique algumas das nossas secções:

    Anúncios Concursos Perguntas e Respostas Mundos abertos
    Ideias e Sugestões Off-topic

    Até breve!

[Aliança] Legio XIII Gemina

fdx.

Guest
Legio XIII Gemina (ou décima-terceira legião gémea) foi uma legião romana [1] criada em 57 a.C. por Júlio César. O último registo da actividade desta legião data do princípio do século V, quando se encontrava estacionada Dácia. O símbolo desta legião era o leão e a águia.

A XIII foi uma das legiões recrutadas por César no início das Guerras da Gália. Neste conflito, a legião esteve presente na batalha contra os Nérvios e no cerco de Alésia. Quando o senado romano recusou a César o seu segundo consulado, precipitando assim a guerra civil, a XIII foi a legião por si escolhida para o acompanhar na travessia do Rubicão e consequente invasão da Itália. A legião permaneceu a seu lado e esteve presente na batalha de Munda em 45 a.C. e em toda a campanha no Norte de África. Findo o conflito, César desmobilizou a XIII e concedeu aos seus veteranos terras de cultivo em Itália.

Em 41 a.C., a XIII foi de novo mobilizada por ordens de César Augusto no prelúdio de nova campanha, desta vez contra Sextus Pompeius – o último resistente da facção conservadora do senado. Depois da derrota de Marco António na batalha de Actium (31 a.C.), a XIII foi reforçada com legionários de outras unidades e adquiriu o cognome Gemina.

A primeira base conhecida da XIII renovada foi a província de Illyricum na costa do mar Adriático. Em 16 a.C. a legião foi deslocada para a Panónia, para lidar com uma revolta local, e em 9 AD, depois do desastre da batalha da floresta de Teutoburgo, foi enviada como reforços para a Germânia Inferior. Em 45, o imperador Cláudio ordenou o seu regresso à Panónia. Durante o ano dos quatro imperadores a XIII Gemina apoiou Otho, um dos imperadores derrotados.

Em 89, Domiciano transferiu a XIII Gemina para a Dácia, onde se aquartelaram na moderna Viena. Esta seria a sua base durante os séculos seguintes, embora haja registos de algumas sub-unidades terem sido usadas em campanhas noutros pontos do Império Romano.
 
Última edição por um moderador:

Folspa

Guest
Depois da crise com a ARMADA INVENCIVEL estamos devolta com toda a força que uma aliança tem que ter e desconsiderando os traidores humanos.
Que todos os deuses do olimpo os amaldiçoem! Lembrem-se todos os traidores serão derrotados e conquistados com todos os recursos desta aliança.

LEGIONÁRIOS, POR NÓS E PELA PÁTRIA! LIBERDADE OU MORTE!
"Nós nunca devemos nos render."