Entrevistas

Tópico em 'Mercado da coscuvilhice' iniciado por Corujax, 9. Maio 2017.

  1. Corujax

    Corujax Suporte (Fórum) Membro da Equipa

    Membro Desde:
    27. Nov 2013
    Boas,

    Este espaço é exclusivo para as nossas entrevistas.

    Todas as alianças que estejam no Top tem direito a ter uma entrevista por um membro do suporte. Assim sendo quem desejar pode-me mandar MP desde que cumpra o requesito acima citado.

    Até que essas sejam feitas vamos deixar algumas aqui extra efectuadas por membros do suporte a jogadores conhecidos.

    Bom jogo & Boas conquistas.

    De nós para vocês

    A equipa Grepólis PT
     
    Última edição: 29. Maio 2017
  2. DaniCV

    DaniCV Semi-Divindades Membro da Equipa

    Membro Desde:
    9. Ago 2014
    Entrevista ao jogador com o Nick Agridoce.


    1. Explique-nos, por favor, o seu percurso no Grepolis até agora.

    Jogo grepolis desde o início de 2015, ou seja há pouco mais de dois anos. Este foi o segundo mundo que comecei e levei até ao fim.


    2.O seu nickname Agridoce é único ou alguma vez jogou com outro nick?

    Tenho outro nick, com que joguei no Delfos, mas para lhe dar um pouco de sossego decidi começar com este.


    3. De onde surgiu esse nickname?


    Já usei o nick noutras situações, gosto da dualidade do nick, além disso aprecio muito o molho agridoce. Inicialmente as minhas cidades andaram à volta do menú dum restaurante chinês mas depressa se mostrou insuficiente e limitativo.


    4. Alguma vez pensou desistir de um mundo ou do Grepolis? Se sim, porque motivo?

    Todos os dias penso nisso, eheh.

    No Knossos pensei duas vezes, uma em que os ataques nocturnos estavam a comprometer o meu descanso e saúde e posteriormente após o fim da Patriots quando passei de 120 a 90 cidades em menos de uma semana.



    5. O que acha do suporte Grepolis Portugal (Fórum Externo e Sistema de Tickets)? Alguma sugestão que lhes queira deixar?

    A necessidade, neste e noutros mundos, dos jogadores reportarem irregularidades à innogames falará por si.

    No Knossos tirando uns ataques a jogadores que estariam em mdf há mais de 48 horas, eventos de paz que deviam ter começado a uma determinada hora mas que não começaram, e atrasos na resolução de N problemas acho que podemos dizer que foram 10% eficazes.



    6. Que tipo de mundo prefere jogar revolta/cerco?

    Cerco, odeio revolta.


    6.1. Porque motivo?

    Acho a revolta mais lenta, e não me consigo habituar à forma de jogar. O meu 2º mundo foi revolta, demorei pouco mais de uma semana a desistir.


    7. Para si quais são as configurações perfeitas para um mundo?

    Gosto de mundos rápidos. Knossos nesse aspecto está bom, então agora com os prémios da comunidade está fantástico eheh.

    Para mim o mundo ideal (agora pareço as miss, mas não falarei na paz no mundo), seria rápido com bn das 00-08, sem moral eheh. Uma coisa que gostava de assistir num mundo próximo era um mundo onde fosse impossível atacar em bn. O jogo devia promover o equilíbrio (físico e psíquico) dos jogadores. O descanso é essencial para que haja saúde e bom desempenho laboral e escolar.



    8. Admira algum jogador? Porquê?

    Admiro vários jogadores, aliados e inimigos.
    Acima de tudo pela lealdade, respeito mútuo, sentido de humor.
    Uns admiro pelo brilhantismo, alguns pelo facto de apesar de serem noobs e cometerem os mesmos erros com um ano de jogo ainda insistirem, admiro a persistência.


    * Em relação ao Mundo Knossos


    1.Porque é que fundou a sua aliança? Conte – nos um pouco do trajecto/objectivos da aliança durante mundo uma vez que foi fundada já perto do final do mundo.

    Joguei dois mundos do início ao fim.
    Delfos acabei com mais duas mulheres a liderar uma aliança, não ganhámos nada além de experiência (eu mais que elas pois era o meu primeiro mundo a sério) e amizade que dura até hoje.
    Comecei o knossos por causa dum jogador que viria a tornar-se amigo, ele quis juntar os patriots. Nunca tinha sido patriots, gostei do projecto.
    Pelos motivos que quem esteve por dentro conhece, muita traição e muita testosterona a Patriots acabaria por ficar isolada e isso levou ao afastamento da maioria dos jogadores, e à decisão democrática da sua dissolução.
    Não concordei, queria continuar a jogar, e outros malucos alinharam comigo.
    Os que estavam lá sempre quando foi preciso, os que deram os seus bonecos para defender os aliados, os que puseram tudo à disposição para um objectivo comum.



    2.Qual a sua opinião sobre a sua aliança?


    O nome diz tudo. A IRMANDADE. Não é uma irmandade qualquer, é a verdadeira irmandade, a que foi forjada pelas batalhas, pelo desespero, pelas risotas, pelo espírito de estarmos ali para viver um minuto de cada vez.


    2.1.E sobre as adversárias?

    Houve uma altura que eram 190 jogadores contra 10.
    Disse a vários jogadores inimigos, vocês vão ganhar pela força bruta, não por serem melhores.
    No grepolis quem tem mais cidades ganha, e sabíamos que não iríamos ganhar nem coroa, nem medalha de cortiça. Mas dos 190 uns 30 serão bons, os outros…foram levados às cavalitas, mas a coroa é deles. Uma das minhas cidades foi baptizada com o nome Noobs de coroa.


    3.Na sua opinião quais jogadores das suas alianças mais se destacaram? Porquê?

    Ora bem… destacar? Na Patriots o Zba, o terans, fundadores e grandes responsáveis pelo que aconteceu na aliança.
    Na Irmandade, todos foram importantes. Uns ficaram pelo caminho pois entraram apenas com o intuito de nos passarem as cidades, outros esmoreceram com a chegada das maravilhas.
    Costumo dizer que só faz falta quem está, por isso todos os que estiveram, não apenas de corpo presente mas a ajudar merecem ser lembrados.
    Muitos ficarão na minha memória para além do fim do mundo, mas não os irei mencionar aqui.



    3.1.E no mundo? (Adversários)

    Tino, terans pela ajuda que deram a que o mundo fosse como foi.
    Inimigos que eu destaco a título pessoal: kabukiman, ca7o, duque de Saldanha, mephistophilus, pipo79.
    Não conhecia nenhum deles, mas gostei da postura.
    O jogo é apenas um jogo, mas as pessoas revelam-se pelos actos, e tanto o primeiro grupo como o segundo foram reveladores. Ambos serviram como experiência de vida apesar de por motivos bem distintos.


    4. No mundo muito se falou em espiões e traições. Qual a sua opinião sobre isso?

    Aconteceram.

    Mostram o que de pior existe na humanidade.
    O jogo é apenas uma pequena extensão das nossas vidas, não conseguimos enganar toda a gente durante todo o tempo, alguma vez cai a máscara, e estas caíram muito antes do Carnaval.
    Sei que não estive por dentro de toda a história por isso fico-me por aqui.


    5.Tendo um Oceano inteiro sobre o seu domínio seria de esperar umas Maravilhas fortes. Quais os principais factores que na sua opinião levaram a “queda” dos Patriots?

    Esta questão merece dois comentários, maravilhas mais fortes do que as da irmandade?
    Éramos 4 jogadores, ou enviávamos recursos ou fazíamos tropas para quebrar cercos.
    As maravilhas começaram com quase 160 jogadores do lado do inimigo, há que ser racional.
    Pelo que foi dito atrás acho que já está respondida a parte da queda da Patriots, traição, desmotivação e depois virou bola de neve.


    5.1. Porque tomaram a decisão de um “reset” colectivo?

    Terão de perguntar a quem o fez. Eu ainda estou a jogar.


    6.No futuro veremos a sua aliança noutros mundos? Algum projecto em vista?

    Eu queria uma ilha só para mim, falhei…
    Mas agora férias, numa ilha deserta, sem taram era o que vinha a calhar.
    Não posso falar pelos outros, mas estou a pensar encostar as botas. Foram muitos meses, muitas noites atribuladas, muita diversão e descanso interrompidos.


    7. A título de curiosidade de muitos jogadores o nome das suas cidades pareciam um menu de restaurante. Porque deu nome de pratos\sobremesas às suas cidades?

    Já respondi acima, comecei por pratos chineses, depois ia colocando os nomes em função do que ia comendo, do que me apetecia comer, do que os inimigos diziam que tinham comido.

    Para o fim foi apenas para picar os inimigos pelas tentativas de conquista falhadas.


    8. Quer deixar algum conselho aos jogadores mais novatos?

    Quem são os novatos?
    Fui atacada por uma diversidade de jogadores que segundo o grepointel já andam nisto há anos.
    Tive ataques sem faróis ou trirremes, tive ataques de colono com 100 faróis, tive colono sem apoios, tive ataques à confiança sem limpeza (porque alguém tinha dado o alerta que eu estaria off).
    Palavras para quê?
    Como se costuma dizer ESTUDASSEM.


    9. Quer deixar alguns comentários finais para esta entrevista?

    Gostava de me apresentar um pouco.

    Comecei este mundo aos 42, na véspera da filhota fazer 4 anos, daqui a dois dias fará 5. Sou mãe, mulher, trabalhadora, dona de casa, amiga, filha, irmã e tia. Consigo tempo para fazer tudo o que é preciso fazer e ainda jogar. O jogo rouba-nos muito tempo e claro que há coisas para as quais apenas garantimos os mínimos.
    Jogo no pc (trabalho no pc em casa e no trabalho), tenho app com os tarans. Desenganem-se os que acreditavam (soube há poucos dias, que a avozinha não tinha app).
    Desligo o som quando a filhota está doente e precisa de dormir no nosso quarto.
    Decido o que contra-atacar e o que deve cair.
    Não sou racional com algumas cidades, ataco porque sim, se correr bem corre se não correr logo reponho os bonecos.
    Sou brincalhona, não consigo deixar de o ser. Não choro sobre o leite derramado. Para a frente é que é o caminho.
    Entrei neste mundo com a condição de não ser líder, acabei por ser, deixei de ser, voltei a ser. Dissolveu-se a aliança criei outra, e todos fomos líderes. É importante que as coisas apareçam feitas, não interessa quem fez. Mas não consigo estar calada, sou do tipo interventivo, ou chata se preferirem.
    O meu objectivo para este mundo (a partir do momento em que numa semana perdi 25% das minhas cidades) era terminar com pelo menos 100 cidades, estar no top 20 e subir os pontos de combate, ataque e defesa.
    Este foi o mundo que me deu mais gozo.
    No final entrei no Olímpia e no Rhethymnos, desisti dos dois. O Knossos continuou a ser o que mais gozo me deu.
    Pelos colonos partidos, pela brincadeira do nosso pequeno grupo.
    Valeu a pena.
    Gostava que houvesse um mundo semelhante a este em termos de configurações, mas com impossibilidade de ataques no bn.
    Gostava dum mundo “melhor” eheh.
    Gostava de voltar a jogar com alguns dos aliados, e com alguns dos inimigos.
    Na recta final até descobri que joguei com um inimigo, noutro mundo, ambos com outros nicks.
    Se eu tiver juízo fico ausente durante uns tempos. A parte complicada é que juízo é coisa que não abunda por estes lados.

    By Pipo
     
  3. owls

    owls New Member

    Membro Desde:
    31. Maio 2017
    Então isto já parou??? Bora lá malta, este tipo de conteúdo é que vai entretendo aqui a malta, há por aí tantos jogadores que dariam uma ótima entrevista.
    Se quiserem posso dar algumas sugestões :oops:
    Resto de um bom dia.
     
  4. lunatic fringe

    lunatic fringe The Dark Wolf

    Membro Desde:
    25. Set 2015
    E sejam um pouco mais polêmicos sff xD
     
    Falcão2 gosta disto.
  5. Falcão2

    Falcão2 Suporte (Fórum) Membro da Equipa

    Membro Desde:
    23. Abr 2011
    Metal a ser Metal xDD
     
  6. mrmarques64

    mrmarques64 Active Member

    Membro Desde:
    18. Mar 2011
    Boas

    Estou a ultimar uma entrevista ao fundador da LOUCOS (mundo Rhethymnos). :cool::cool::cool:

    Se quiserem entrevistas polémicas, façam perguntas polémicas!
     
  7. lunatic fringe

    lunatic fringe The Dark Wolf

    Membro Desde:
    25. Set 2015
    Grande Marques
    Obrigado por pegares no meu jornal xD não tinha tempo pra aquilo xD
    Ninguém quer fazer entrevistas no sparta? Xd
     
  8. mrmarques64

    mrmarques64 Active Member

    Membro Desde:
    18. Mar 2011
    Pipo79 gosta disto.
  9. owls

    owls New Member

    Membro Desde:
    31. Maio 2017
    Amigo publica aqui também ;) Assim todos os curiosos que entrarem neste tópico terão aqui várias entrevistas à sua disposição para ler, em vez de andarem a procurar por cada mundo!
    Cumps
     
  10. Eziu

    Eziu Member

    Membro Desde:
    16. Dez 2012
    Onde andam os jogadores interessantes de entrevistar?? :(
     
  11. lunatic fringe

    lunatic fringe The Dark Wolf

    Membro Desde:
    25. Set 2015
  12. Eziu

    Eziu Member

    Membro Desde:
    16. Dez 2012
    Hmmmm... Ok :rolleyes:
     
  13. DaniCV

    DaniCV Semi-Divindades Membro da Equipa

    Membro Desde:
    9. Ago 2014
    Em breve vamos trazer este tópico de volta "à vida". Façam as vossas sugestões de quem gostariam de ver entrevistados.
     
    Pipo79 gosta disto.
  14. DataNull

    DataNull Member

    Membro Desde:
    14. Mar 2013
    Sugiro ''TheSnatcher','alvezlyon' e 'persona grata', no hyper.
     
  15. DataNull

    DataNull Member

    Membro Desde:
    14. Mar 2013
    "mestreze" !!! Top atacante, e top combatente do Hyper.
     

Para o Topo