• Olá, Capitão!

    Antes de mais, bem-vindo a bordo. É um prazer servi-lo e garantir que o seu percurso pela Grécia Antiga é o mais agradável possível. Conheço estes mares melhor que ninguém, mas uma conta no fórum da comunidade é sempre bastante útil para navegar em segurança - registe-se já .

    Não ficou convencido? Verifique algumas das nossas secções:

    Anúncios Concursos Perguntas e Respostas Mundos abertos
    Ideias e Sugestões Off-topic

    Até breve!
  • Sabias que num mundo de Dominância, é possível haver mais de uma aliança capaz de iniciar o Ultimo pé?

    Num mundo de Dominância, para uma aliança iniciar o Ultimo Pé, é necessário haver, pelo menos, 40% de dominância das ilhas marcadas. Porém 100%-40%=60%, o que significa que é possível duas alianças serem capazes ao mesmo tempo de iniciarem o Ultimo pé. Caso o Último Pé seja iniciado por qualquer um dos lados, só pode ser cancelado caso a aliança que o iniciou desça abaixo dos 40% de dominância, ou seja, no dia da escolha das ilhas para dominância é bom estares atento para iniciar o ultimo pé primeiro!

    DYK #D2

    Ver anteriores

À conversa com... Zenel!

Mr.Pikeno

Moderador de Fórum
Equipa do Grepolis
Cara comunidade,

A equipa de moderação tem o prazer de apresentar a entrevista mensal a um jogador do nosso servidor. O intuito da mesma será comunicar com os jogadores de modo a obtermos uma perspetiva sobre o que acham do jogo e, desenvolver uma comunicação saudável entre todos de modo a partilharmos experiências agradáveis. Esperemos que seja do agrado de todos!

O jogador escolhido para esta primeira entrevista foi o “Zenel”.




Zenel, poderias dar uma breve apresentação sobre ti à nossa comunidade?

Olá a todos, eu sou o zenel. O meu nick é mesmo o meu nome. Sou um profissional de comunicação. Jogo Grepolis no servidor PT desde 2010. Sou um tipo de jogador que se pode considerar universal. O meu passado militar permite-me encarar a estratégia como um desafio. Sou leal aos meus companheiros e raramente me deixo levar pelos impulsos.

Caro Zenel, o que achas desta iniciativa?

Quando me apresentaram esta iniciativa de imediato me disponibilizei para participar. Penso que necessitamos de dar voz aos jogadores. E fundamental que os diversos intervenientes tenham a possibilidade de exprimir as suas próprias experiências. Desta forma enriquecemos os conteúdos e alargamos o universo de participações.

Que motivações tem para entrar nos mundos?

O Grepolis é mais do que um simples jogo. É uma interacção de pessoas num mundo virtual. Os nicks são em muitos dos casos uma variável da personalidade de cada um. Quando iniciei a minha participação neste jogo tive ajuda. Um amigo acompanhou-me durante o percurso inicial. A ele devo a minha evolução e fundamentalmente a compreensão do jogo e seus objetivos. A minha experiência como docente permitiu-me apurar o gosto especial de ensinar. Perguntam-me qual a minha motivação? Ensinar o que sei aos mais novos no jogo. É deveras gratificante observar a evolução dos novos jogadores. Este é o meu espírito de Missão.

Qual(ais) as melhores experiências que presenciaste no jogo?

Sem dúvida a transição de revolta para cerco. Pessoalmente marcou-me, pois tive de me adaptar e aprender a jogar de um modo diferente com o qual não estava familiarizado. Mas o momento que jamais esquecerei aconteceu num Mundo dominado por duas Allys. Um dos nossos companheiros faleceu. Imediatamente todos os Líderes se reuniram e a decisão foi unânime. Todos fizemos o luto pelo nosso companheiro durante 3 dias. Cada qual da sua forma, mas todos sem exceção prestamos a nossa homenagem ao amigo desaparecido do mundo, mas nunca dos nossos corações. O Grepolis não pode ser uma guerra sem honra nem valores.

Quais são as suas projeções para o futuro no jogo?

O Grepolis tem de mudar. O jogo precisa de cativar novos jogadores e nunca o conseguirá fazer se os mesmos não forem protegidos e ajudados. Para os veteranos o jogo tem pouco segredos, mas para os recém chegados a realidade é completamente diferente. O universo de jogadores tem de ser renovado e para isso precisamos de novos talentos. Para que isso aconteça temos de os ensinar a jogar. Temos de os proteger se não quisermos correr o risco de um dia destes não termos jogadores suficientes para a abrir um mundo.

Zenel, poderias dar-nos a tua opinião sobre a comunidade?

“Pikeno” se me permites uma pequena síntese: eu já joguei em vários servidores e vários mundos. Foi uma experiência fantástica. Permitiu-me conhecer novas formas de jogar, mentalidades diferentes e principalmente posturas e atitudes diferenciadas. Na comunidade PT temos 2 estilos de jogadores: os experientes que atingem metas de evolução muito rápido e com grandes mecânicas de jogo e os jovens jogadores (não necessariamente jogadores jovens) que dificilmente conseguem atingir um nível que lhes permitam sobreviver. Existem naturalmente exceções mas como sabem simplesmente confirmam a regra. Este binómio é fundamental para o futuro do jogo. A forma como todos formos capazes de o enfrentar e resolver fará toda a diferença.

Para finalizar, gostarias de deixar alguma mensagem aos nossos leitores/jogadores?

Em primeiro lugar quero felicitar o Suporte PT pela iniciativa. Em segundo lugar agradecer a oportunidade que permitiu transmitir o que penso. Por último, um desejo para todos os jogadores de Grepolis. Joguem para se divertirem e não para vencerem a todo o custo. Existem valores fundamentais que não devem esquecer tal como o respeito pelos outros. Foi um prazer. Fiquem bem.



Obrigado, Zenel, pela sua participação e agradecer pela sua disponibilidade.
A equipa do Grepolis agradece imensamente o tempo investido na realização desta entrevista. Esperamos que esta iniciativa incentive o envolvimento de todos os jogadores no Fórum Externo. Para a comunidade se conhecer melhor, tanto nos mundos em que jogam como membros da comunidade.
 

mr.messi

Herói
Entrevista espetacular! Parabéns ao entrevistado e ao entrevistador. Foram ditas muitas verdades acerca do Grepolis e da comunidade PT. Houvessem mais jogadores como o Zenel e a nossa comunidade era muito melhor, pois infelizmente há muita coisa que está mal.

Ponham os olhos nisto.
 

DeletedUser13509

Guest
Muito sinceramente, foi uma das melhores entrevistas que já vi, adorei especialmente a relação feita entre os jogadores antigos e os novos jogadores, o golgi onde o Replaced pegou numa mass recruit em que a maioria era o seu priemiro mundo e ensinou-os a jogar quem lá esteve e os vê hoje a jogar até dá gosto ver.

Parabéns pela entrevista :)
 

DeletedUser11043

Guest
Muito boa entrevista! Pena ter sido tão curta, porque deu gosto de ler as respostas do Zenel.

É um jogador com quem eu nunca privei muito, mas desse pouco deu para perceber que é uma pessoa honesta, simples e honrosa, que segue a sua forma de jogar e valoriza e muito o jogo em equipa, com o seu grupo mais próximo.

Abraço companheiro,
KING
 

DeletedUser8401

Guest
Num jogo em que aguardamos que tudo seja de alguma forma diferente e que as regras que o regem sejam cumpridas;

Num jogo em que esperamos que todos os jogadores utilizem a sua perícia e conhecimento de modo transparente e com valores de honra e fair play;

Num jogo em que tudo se utiliza para ganhar a todo o custo e qualquer preço, em que somos surpreendidos por uma entrevista a um dos grandes jogadores do Grepolis, que de uma forma simples, clara e explicita nos trás nas suas respostas alguma esperança que nem tudo está perdido.

Sem dúvida uma lufada de ar fresco, recomendo a quem a ler uma breve reflexão.
 

iL Diavolo

Recém-nascido
Antes de mais boa noite a todos,
Acabei de criar conta no grepolis e fui direcionado para aqui sem querer, pus me a dar uma vista de olhos e encontrei este tópico aqui que me deixou ainda mais curioso sobre este jogo, sempre joguei jogos de estratégia ao longo da minha (curta) vida ate agora (tribos, forgen entre outros).
Pelo que vi até agora (quando estou a escrever isto joguei cerca de 30 mnts de jogo) parece um jogo bastante completo no geral mas a varias coisas que não percebo especialmente certas mecânicas, como funciona os cercos e as revoltas e varias outras coisas tais.
Eu já não jogo este tipo de jogo a uns 4/5 anos portanto estou um bocado enferrujado mas a sempre coisas que nunca te esqueces. Mas este jogo tem mecânicas que nunca tinha visto pelo menos que me recorde ate agora.
E devo dizer concordo com o amigo Zenel acho que para players novos como eu mesmo já tendo jogado outros jogos do tipo deste e sempre complicado aprender sozinho quando jogas com pessoas que sabem bem mais que tu e praticamente nem tens chance de jogar sequer.
Penso que uma plataforma ou uma maneira inovadora de ajudar os novos players poderia trazer muita gente a este jogo e digo isto porque nunca nenhum jogo deste tipo me tinha cativado tão rápido em tão pouco tempo. Além de ser divertido de jogar puxa pela cabeça pela estratégia algo que eu pessoalmente adoro.
Ainda tou muito fresco nisto primeiro mundo vou ver como me safo aqui sozinho
Boa noite a todos.