• Olá, Capitão!

    Antes de mais, bem-vindo a bordo. É um prazer servi-lo e garantir que o seu percurso pela Grécia Antiga é o mais agradável possível. Conheço estes mares melhor que ninguém, mas uma conta no fórum da comunidade é sempre bastante útil para navegar em segurança - registe-se já .

    Não ficou convencido? Verifique algumas das nossas secções:

    Anúncios Concursos Perguntas e Respostas Mundos abertos
    Ideias e Sugestões Off-topic

    Até breve!

Nós sabemos, mas não fazemos (apelo à reflexão e partilha)

Parasyte

Well-Known Member
Eliminar pactos completamente seria uma potencial solução, mas irrealista, qualquer situação de estratégia ou guerra terá diplomacia inerente. Portanto risca-se essa solução.

Se calhar uma melhor alternativa seria providenciar um pequeno bónus para alianças que não tenham pactos, para estimular as alianças a não quererem nem academias nem pactos. Um exemplo seria um efeito do estilo "Lobo Solitário" (esta aliança não tem quaisquer pactos, beneficiando portanto de +3% força ofensiva e defensiva). Mas até isso seria ultrapassável pelos mais espertos, tendo alianças com pactos fictícios, portanto risca-se essa solução.

Talvez outra forma de prevenir essa estagnação e vitórias por trás de cortinas, seria pedir com muito jeitiiiinho aos líderes das alianças para não fazerem mass recruit OU trazer grupos cheios de veteranos OU fazer pactos gigantes na primeira semana do mundo, dependendo de qual destas situações estrague o servidor. Mas o ser humano procurará sempre o caminho mais curto para a vitória, portanto risca-se esta solução.

Assim sendo, não encontro nenhuma solução para esse problema milenar. :confused:
 

Solaris99

Moderador de Fórum
Membro da equipa
Penso que a criação do modo de fim de jogo da dominância (e talvez dos templos também, ainda não vi bem) tentou eliminar o excesso de academias e encorajar os jogadores a adotar estratégias para uma aliança só. Como vemos, o resultado não terá sido o esperado mas também não posso ignorar a tentativa de resolução deste problema.

No devblog eles devem ter lá isso melhor explicado em inglês, é uma questão de ir explorar o blog dos desenvolvedores do jogo e ver o feedback dos jogadores.
 

Bernardo199

Active Member
Bom dia!

Estou a tentar manter a minha presença no fórum mínima, de modo a precaver que "palhacinho" me dê o 1º ban porque acordou mal disposto, visto que nem justificações precisa de dar.

Não pude deixar de vir aqui deixar um comentário.

Sempre fui contra academias nas minhas alianças deste que jogo isto, nem parece que jogaste comigo @Last King
Tive uma academia de 10-15 jogadores no Oropos por exemplo (em que fui pressionado para isso existir, porque eu não queria), mesmo assim a academia manteve-se com no máximo 5 jogadores ativos, sendo o resto pontas de lança ou jogadores MDF/Inativos.

Entendo também que o conceito que dão aqui a academias não é este, e sim uma 2ª aliança de jogadores ativos e "funcionais" na luta pela a vitória, exemplo a Discípulos de Ares. no Thebes (não levem a mal, é o primeiro exemplo que me veio à cabeça) que têm uma academia funcional e que até tem jogadores melhores e mais ativos que alguns da principal.

Sou contra Pactos/Academias nas minhas alianças? Sou. Sou contra que eles existam? Não.

Qual é o problema dos adversários terem academias?
Já tive na situação de jogar contra o mundo todo tanta vez e jogo com pessoas que já vão em 4/5 mundos a jogar neste cenário. Até gostamos disso.

Uma aliança verdadeiramente boa vence sempre contra qualquer número. Só ganham 30-50 (depende do limite do mundo), o resto é conversa.

Portanto nos mundos que eu entrar com uma premade, o meu pedido é que se unam todos logo no início, não percam tempo de conversas de chacha de "Não jogamos com pactos e bla bla bla" e só se unem no fim porque estão aflitos. Poupem tempo a toda a gente e façam-nos logo ao início.
PS: Também é para ti joaozinho, quando entrares entra logo com 3 alianças, é escusado teres que dar à tua aliança uma noticia em formato de plano, quando na verdade é só um desenrasca sem qualquer estratégia. Isso só resulta numa coisa - Derrota.

Abraços,
Bernardo199
 

Last King

Active Member
Bernardo uma coisa é ser "contra" academias e pactos (partilho dessa ideia) e não ter efetivamente academias/pactos, outra é ser contra e acabar por ter academias/pactos (por adaptação a cada mundo.)

Optar por essa caminho não coloca um líder num patamar inferior em relação ao outro lider que só joga com 1 aliança. Cada vez é mais necessário haver academias/pactos pelo simples facto de as restantes alianças se juntarem desde muito cedo no mundo para abater a top1, o que antes não acontecia tanto!

Os melhores lideres do PT, e possivelmente mundiais, usavam sempre academias, como é exemplo do Eriko e Ramonona.

Falando apenas por mim, eu sempre que liderei alianças (fundador) nunca tive academias, e muito menos pactos, é uma caraterística minha, e se voltasse a liderar, o que nao irá acontecer, permanecia igual! Se eu gosto de da velha, vou impor esta ideia na minha aliança, simples quanto isso.
 

TheNoFak3

Active Member
@Apollo9 porque o Paros? xd

Minha opinião prefiro matar o mundo e ganhar do que andar meses a soar e no final me darem facada é a mim :) Exemplo: Thebes

Já agora grepolis é o melhor jogo para politicos. O futuro do mundo pudera vir a estar nas nossas maos meus grepolitanos.